Nove dúvidas frequentes sobre seguro auto que você deveria saber

28/11/2017 11:30:29
Foto: Divulgação

Se você tem um carro e possui ou está pensando em contratar uma proteção extra para ele é bem possível que surjam dúvidas frequentes sobre seguro auto. Pensando nisso, separamos os questionamentos mais frequentes para que não reste nenhuma dúvida. Confira quais são eles.

1 - Um carro antigo pode ter seguro?

Sim. Qualquer veículo pode ter um seguro, só é preciso verificar se a seguradora possui o produto ideal para ele. Para veículos com mais de 5 anos de uso existe o seguro auto popular, que visa oferecer algumas coberturas diferenciadas para o carro.

2 - Se baterem no meu carro, o seguro indeniza?

Isso vai depender da cobertura que foi contratada. Se na adesão, optou por cobertura contra colisão, o seguro irá arcar com os reparos de veículo, porém, é preciso que seja paga a franquia.

3 - O que é franquia?

A franquia é um valor com o qual o segurado precisa arcar caso sofra um sinistro parcial. Seria uma contribuição para que pudesse ocorrer o reparo do veículo. Esse valor é fixo e estipulado na apólice, porém, só é cobrado se o valor do conserto superar a franquia. Caso contrário, compensa mais fazer o reparo sem acionar a seguradora.

4 - Uma seguradora pode se recusar a fazer um seguro para o meu carro?

Sim, ela pode. Mas, para que isso ocorra é preciso que o motivo seja justificado, ela não pode simplesmente se negar e não informar o porquê. No geral, a recusa ocorre pelo fato do proprietário querer uma cobertura que a empresa não oferece, ter um carro modificado, entre outros.

5 - O que se deve fazer em caso de sinistro?

A recomendação é entrar em contato com a seguradora por telefone ou aplicativo. Nesse momento o proprietário receberá todas as informações de como deve proceder para dar entrada ao processo de indenização.

6 - Se eu trocar de seguradora perco o meu bônus?

Não. O bônus é uma pontuação que se recebe devido ao baixo índice de sinistros que o motorista sofreu. Ele fica vinculado ao proprietário do veículo, por isso, se optar por trocar de seguradora, a sua pontuação permanece, podendo ser usada na nova empresa.

7 - Qual a diferença entre colisão total e parcial?

A diferença entre elas está relacionada ao valor dos prejuízos causados. Se os danos para serem reparados representam menos de 75% do valor total do veículo, significa que se trata de uma colisão parcial. Nesse caso, o segurado arca com a franquia e a seguradora providencia o reparo do veículo.

Já nos casos em que os danos superam 75% do valor do carro, é considerada uma perda total. As seguradoras ressarcem o segurado do valor do veículo, conforme determinado na apólice, e não providenciam o reparo.

8 - O que é a cobertura APP?

Essa é uma cobertura opcional. Suas letras significam Acidentes Pessoais de Passageiros. Ela visa indenizar danos que os passageiros ocupantes do veículo possam sofrer, incluindo normalmente Morte e Invalidez Permanente e Despesas Médico Hospitalares.

9 - O que é o RCF-V?

Esse é o Seguro de Responsabilidade Civil Facultativa de Veículos, que visa indenizar danos corporais ou materiais que sejam causados a terceiros.

Agora que já sabe mais sobre o seguro de carro, fique atento na hora de contratar o seu.

Postado por Redação Portal Gaz- redacao@portalgaz.com.br
Gazeta Grupo de Comunicações
Rua Ramiro Barcelos, 1206 | Santa Cruz do Sul - RS
(51) 3715-7800 | portal@gaz.com.br
Desenvolvido e Mantido por
Equipe de TI Gazeta Grupo de Comunicações