Conheça os costumes americanos antes de fazer um intercâmbio

17/08/2017 11:03:34
Foto: Divulgação

Cada país tem costumes e hábitos diferentes. Se você planeja fazer intercâmbio nos Estados Unidos, deve ter em mente que os americanos não fogem a essa regra e que o famoso "american way of life" pode parecer um pouco estranho para nós, brasileiros, em alguns aspectos.

Pontualidade é papo sério

Quando alguém marca uma festa às 19h, aqui no Brasil, nada mais normal que chegar às 20h, certo? Pois bem: se você fizer isso nos Estados Unidos, as pessoas considerarão você rude e desrespeitoso.

A pontualidade não é só uma virtude na terra do Tio Sam, mas quase uma obrigação. Por isso, se marcarem um encontro em um horário específico, esteja lá.

Dar gorjeta é um dos costumes americanos

Se você pretende fazer intercâmbio nos Estados Unidos, prepare o bolso, pois o hábito de dar gorjetas é bem normal por lá. De garçons a mensageiros de hotel, se dá gorjeta para tudo — dependendo da sua satisfação pelo serviço prestado, é claro.

O espaço pessoal é extremamente respeitado

Nosso jeito de demonstrar afeto é bem normal por aqui, mas para o "american way of life", esse hábito pode parecer "caloroso" demais.

Culturalmente, a noção de espaço pessoal deles é mais restrita e eles consideram estranho atos como cumprimentar novas pessoas com beijo no rosto, abraçar conhecidos na rua ou tocar no braço durante uma conversa.

O lixo tem destino diferente

Ao entrar em um banheiro americano, a primeira coisa que você talvez note é a ausência do cestinho de lixo. No entanto, não se assuste com isso, porque, diferentemente de nós, brasileiros, o costume nos Estados Unidos é descartar o lixo no próprio vaso sanitário.

Na cozinha, o destino do lixo também muda — bom, pelo menos dos restos de comida. Eles são jogados diretamente na pia, já que a grande maioria delas tem triturador embutido. Portanto, é só jogar os restos e apertar o interruptor. Mágico, não?

Os postos de gasolina não têm frentista

Os postos de gasolina por lá são "self service", o que significa que você mesmo deverá encher o tanque de seu carro. Funciona assim: você passa o cartão ou, se for em dinheiro, paga direto na loja de conveniência, informando o número da bomba. O sistema libera automaticamente a quantidade de gasolina certa e aí é só abastecer.

A maioridade é diferente

As leis americanas ditam que a idade mínima para dirigir é 16 anos. Para beber, é preciso ter 21. Portanto, se você ver um adolescente indo para o colégio de carro ou um jovem de 20 anos barrado ao tentar entrar no bar, não estranhe a situação.

Café da manhã é reforçado

Quando o papo é comida, os Estados Unidos também têm suas diferenças em relação ao Brasil — sobretudo no café da manhã. O dia deles já começa cheio de calorias, com cereais, panquecas cobertas com calda, waffles, ovos fritos e até bacon. Uma refeição e tanto!

*Por Luiza Meneghim, diretora geral da My Target Idiomas  (www.mytargetidiomas.com.br).

Postado por
Gazeta Grupo de Comunicações
Rua Ramiro Barcelos, 1206 | Santa Cruz do Sul - RS
(51) 3715-7800 | portal@gaz.com.br
Desenvolvido e Mantido por
Equipe de TI Gazeta Grupo de Comunicações