Páscoas para não esquecer

17/04/2017 10:56:57
Foto:

Algo que marcou minha infância de maneira profunda foram nossas Páscoas. Sempre com a família reunida e repleta de expectativa, pois era momento de procurar os ninhos. O coelhinho, muito astuto, não costumava facilitar para mim e para meus irmãos Bruna e Guilherme. E que alegria era acordar pela manhã e sair desbravando a casa em busca dos chocolates. Hoje, tenho a felicidade de poder repetir a tradição com meu filho.

Prestes a completar 3 aninhos, este ano o Gustavo compreendeu melhor a Páscoa, talvez ainda não seu verdadeiro significado, mas já pode sentir a união e o amor familiar em torno da celebração. Toda magia e encantamento começaram na escolinha, com um programação especial para os pequenos. Em casa também decoramos a sala para esperar o coelhinho, que sempre deixava algum ovinho na cesta quando o Gu se comportava (rsrsrs).

Nesse domingo, na casa onde eu passei boa parte da minha infância e inesquecíveis Páscoas, nosso menino também teve um dia memorável. Quando saiu do quarto, logo cedo, as pegadas o levaram para os esconderijos do senhor coelho. Tenho certeza de que logo compreenderá que esses momentos têm muito mais simbolismo do que imagina: é renovação, fé, integração e amor incondicional!

 

Postado por MICHELLE TREICHEL- michelle@gazetadosul.com.br
Gazeta Grupo de Comunicações
Rua Ramiro Barcelos, 1206 | Santa Cruz do Sul - RS
(51) 3715-7800 | portal@gaz.com.br
Desenvolvido e Mantido por
Equipe de TI Gazeta Grupo de Comunicações