Corrida contra o relógio fecha o Estação Verão

03/04/2017 14:27:10
Foto: Lula Helfer

A brisa da manhã acompanhada do céu limpo foi a combinação perfeita para os ciclistas encerrarem com chave de ouro a última etapa do Estação Verão. Pouco depois das 9 horas de ontem, os participantes deram a largada para a Corrida Contra o Relógio (CCR), prova em que o objetivo é superar o próprio tempo na volta de 5,8 quilômetros em torno do Lago Dourado. Apesar da competição, o clima de amizade e solidariedade tomou conta do evento. Tanto que durante as quatro etapas, angariou cerca de 350 quilos de alimentos não perecíveis, os quais serão doados ao Banco de Alimentos de Santa Cruz do Sul.

O exemplo, aliás, não veio apenas de quem competiu. Acompanhado dos filhos, o casal Peterson Brandt, de 32 anos, e Patrícia Catherine Carvalho, 35, dedicou parte da manhã para assistir à prova e colaborar com a doação de caixas de leite. “Acredito que o ciclismo precisa ser incentivado. E por que não fazer isso e ainda ajudar? Acho que é o mínimo que podemos fazer para agradecer por ter uma vida “saudável”, comentou o gerente comercial.

Com largada autorizada a cada minuto, os atletas deram exemplo de foco e determinação. Prova disso foi o autônomo Anderson Grasiane, 30 anos. Aliando treinos diários sobre duas rodas, ele finalizou a prova com o melhor tempo, 8 minutos e 25 segundos, e garantiu o primeiro lugar na modalidade 21-35 anos. “Estamos sempre tentando superar os nossos limites, mas acredito que o principal motivo de estar aqui hoje é mesmo para estimular o esporte”, disse ele, que pedala há três anos.

O gestor de eventos esportivos da Gazeta, Alexandre Cruxen, avaliou a quarta edição como satisfatória. “Apesar de o tempo não ter colaborado tanto este ano e ter provocado muitos adiamentos, acredito que nosso papel, enquanto instrumento fomentador da atividade física, foi mais do que cumprido. Estamos muito felizes e prontos para organizar a próxima edição.” O Estação Verão é uma realização da Gazeta Grupo de Comunicações, com promoção da Rádio Gazeta FM 101.7, apoio da Prefeitura de Santa Cruz do Sul e patrocínio da Excelsior Alimentos e Joalheria e Ótica Kothe.

Ciclismo em família

Nenhum deles se importou muito com o tempo ou desempenhos performáticos enquanto cumpriam a volta no Lago Dourado. Durante os 5,8 quilômetros de prova, o pai Jorge Luiz, 63, a mãe Deni Lourdes, 61, e o filho Israel Rech, 37, estavam mesmo eram preocupados em participar e, de quebra, aproveitar o domingão em família. Incentivada pelo marido, a secretária Deni marcou presença pela primeira vez em uma competição de bike. Além de uma experiência inédita, a atividade representou à santa-cruzense um incentivo para treinar mais. “Costumo pedalar só na praia ou nos fins de semana, observando tudo com calma. Hoje foi bem diferente. Preciso ganhar mais resistência”, disse ainda um tanto ofegante, logo após ter cumprido o trajeto. Acostumado a percursos mais longos, o empresário e professor de bike indoor Israel avaliou a atividade como muito positiva. “Nossa família sempre esteve ligada no esporte.  Então, aqui unimos o útil ao agradável e ainda incentivamos a mãe a superar um desafio”, comentou.

Natany Borges

Postado por Alexandre Cruxen- cruxen@gazetadosul.com.br
Gazeta Grupo de Comunicações
Rua Ramiro Barcelos, 1206 | Santa Cruz do Sul - RS
(51) 3715-7800 | portal@gaz.com.br
Desenvolvido e Mantido por
Equipe de TI Gazeta Grupo de Comunicações